Nos últimos anos, tem aumentado a preocupação geral com a sustentabilidade e o futuro do nosso planeta. Além disso, para quem mora nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, a falta de água é um fato consumado, que, além de outras consequências, reforça a preocupação com eventuais futuros cortes e racionamento não só de água, como também de energia elétrica.

Surfando nessa onda, os engenheiros, arquitetos e projetistas estão sugerindo novas ideias, entre elas os telhados verdes.

Segundo eles, esses telhados trariam alguns benefícios importantes, que veremos a seguir.


Os telhados verdes retêm uma grande quantidade de água. No verão, alguns estudos mostraram que um telhado verde pode reter entre 70 e 90% da água da chuva que caia sobre ele e, no inverno, essa proporção cai pra um valor entre 25 e 40%. As consequências disto são óbvias: aproveitamento da água da chuva e, portanto, diminuição do gasto da água proveniente da rede de abastecimento geral.

Os telhados verdes são eficientes, sob o ponto de vista energético, e bons para o meio ambiente. Através dos ciclos diários de orvalho e evaporação, os telhados verdes resfriam e umidificam o ar na sua proximidade. Estudos mostraram que não só eles criam um microclima benéfico nas suas imediações, como também contribuem para diminuir o efeito da chamada “ilha urbanas de calor”. Estima-se que, se todos os telhados de uma cidade fossem verdes, a temperatura nessa cidade poderia ser até 7°C mais baixa. Os telhados vivos não apenas absorvem calor, como também agem como isolantes térmicos e, portanto, diminuem a necessidade de resfriar a casa no verão ou de aquecê-la no inverno. Isto, entre outras coisas, diminui o gasto de energia elétrica.

Os telhados verdes melhoram a qualidade do ar. As plantas e os telhados verdes retiram poluentes do ar e filtram impurezas e gases tóxicos, como os exalados pelo escapamento dos veículos a motor, que queimam combustíveis fósseis. Além disso, os telhados verdes são bons isolantes de som. Estudos mostraram que eles funcionam melhor que os telhados comuns e podem reduzir os sons do ambiente em até 8 decibéis a mais que os telhados convencionais.

Os telhados verdes constituem um bom habitat natural para a vida selvagem urbana. Além de sustentarem uma variedade de plantas, eles oferecem um habitat para várias espécies de vertebrados e de invertebrados.

Um exemplo real e brasileiro: em São Luís, capital do Maranhão, o designer Júnior Ramos criou um modelo de telhado verde para coletar água da chuva. Como o núcleo de meteorologia da Universidade Estadual do Maranhão prevê que, neste ano, vai chover cerca de 40% menos que a média histórica, esta é uma ideia benvinda.
 


Segundo este designer, o telhado por ele projetado ajuda a economizar 40% da água durante o mês tanto na casa dele, quanto na empresa que ele trabalha. Ele também improvisou uma horta em seu telhado, que é irrigada com água da chuva e já conta com cebolinha, alface e tomate.

O benefício final de um telhado verde é embelezar e valorizar a sua propriedade.


Você gostou deste post? O que você acha dos telhados verdes? Se você estiver planejando reformar a sua casa, um telhado verde poderia fazer parte dessa reforma? Por favor, deixe os seus comentários no espaço a seguir.


Com informações:
Web.com 
AnsGlobal 
G1