Começando em 1902, o condicionamento de ar teve um grande impacto em inúmeras indústrias e em várias facetas da vida. Hoje, à medida que nos movemos adiante no século 21, o condicionamento de ar desempenha um papel crítico, permitindo uma inovação que dá forma ao nosso mundo e que conduz a economia global: a internet.

Os centros de dados estão cheios de servidores e de equipamentos de alta tecnologia que geram calor. Para operar de forma confiável e eficiente, cada equipamento deve ser mantido dento de um intervalo de temperatura recomendado pelo fabricante, geralmente de 16 a 24°C (61 a 75°F). É aqui que entra o condicionamento de ar de Carrier, provendo o resfriamento necessário para regular a temperatura dos centros de dados e permitindo que os computadores e servidores suportem as redes que mantêm a internet e, ultimamente, a nossa economia global.

Como um líder mundial em condicionamento de ar, a Carrier está desenvolvendo soluções eficientes para diminuir o consumo de energia elétrica, enquanto resfria os centros de dados e mantém os servidores operando.


A Carrier também ajudou a expansão do computador e da era digital de outras maneiras. Permitindo a tecnologia de sala limpa e criando os ambientes com temperatura e umidade controlados, necessários para a produção de semicondutores e de instrumentos eletrônicos de precisão, a Carrier ajudou a organizar a era de novas tecnologias, como os smartphones e os tablets. Estes dispositivos permitem que os usuários em todo o mundo estejam conectados através do uso de e-mail, de mensagens de texto e de outras comunicações eletrônicas.

Quando Willis Carrier inventou o moderno condicionamento de ar em 1902, ele não poderia imaginar que esta invenção ajudaria conectar facilmente mais de 2 bilhões de pessoas e conduzir a economia global mais de um século depois. Agora, nós não podemos imaginar o nosso mundo sem ela.

Fonte: Carrier

Edição e Tradução: Fernando B. T. Leite