Dando continuidade ao nosso post de ontem, segue abaixo as demais coisas que os consumidores devem saber sobre ar condicionado:

7) Os dutos são muito importantes

Outro motivo pelo qual os sistemas parecem não estrar produzindo suficiente ar frio é um vazamento nos dutos. Isto pode roubar de 20 a 40% da energia de um condicionador de ar, mesmo que ele esteja operando bem, se os dutos passarem por um espaço externo (que pode incluir sótãos e garagens). Os dutos externos necessitam ser bem isolados. Há vários produtos feitos especificamente para isolar dutos e que podem ser instalados por um profissional.

Você pode conseguir uma meia tonelada extra de capacidade no seu condicionador de ar, se você selar os dutos com vazamento. Se os dutos forem acessíveis, consumidores hábeis podem sela-los com mastic, uma substância branca e grudenta que pode ser usada para pintar os dutos. Ou, se você preferir, chame um profissional para fazer isto.

8) Como aumentar a eficiência energética

Selar dutos com vazamento pode ser a única grande tarefa que você pode executar para aumentar a eficiência, mas várias coisas já mencionadas podem ajudar também: substituir filtros sujos, manter a carga adequada do refrigerante, manter um bom fluxo de ar e limpar as bobinas.

Outra coisa é ter certeza que a bobina externa (condensador) não está tão escondida que o fluxo de ar esteja bloqueado, ou que folhas e outros materiais estejam causando uma obstrução.

Se você decidir substituir o condicionador de ar, compre um equipamento de alta eficiência. No brasil, se atente para o selo Procel, que é dividido em classes que variam de acordo com o seu Coeficiente de consumo de energia elétrica (W/W). Os aparelhos que apresentam níveis de consumo mais baixos são encaixados nas classes mais altas e vice-versa. No quadro abaixo é possível observar como essa divisão é feita:

Na classe A estão aqueles que apresentam o máximo de eficiência, com Coeficiente de eficiência de 62,5% na Categoria 1. Já na Categoria 2 é necessário apresentar Coeficiente de 55,6%, na Categoria 3 50% e na Categoria 4, 33,3%. Logo abaixo está a classe B, com seus respectivos Coeficientes. Nessas duas classes estão os modelos mais econômicos e vantajosos.

9) Facilite a tarefa

Você pode fazer o seu condicionador de ar funcionar melhor diminuindo o tamanho da tarefa que ele deve cumprir. Você pode conseguir isto melhorando a divisão interna do edifício ou diminuindo o espaço interno que o seu aparelho tem que resfriar ou aquecer.

Melhorar o edifício inclui coisas como aumentar os níveis de isolamento, ou fazer sombra nas janelas, ou ainda diminuir o vazamento. Tais melhorias irão reduzir a energia gasta para resfriar ou para aquecer o ambiente, mas elas podem requerer um investimento substancial. Quando eventualmente você trocar o telhado ou as janelas, use produtos de alta eficiência energética. Telhados frios, por exemplo, podem economizar meia tonelada de resfriamento e muita energia pode ser economizada num ano.

Diminuir os espaços internos pode ser mais simples. Desligue os aparelhos elétricos desnecessários e as luzes que não estiverem sendo usadas. Use aparelhos como lavadoras e secadoras na parte mais fria do dia. Use exaustores locais para retirar calor e humidade das cozinhas e banheiros. Comprar aparelhos eficientes do ponto de vista energético também ajuda.

Em alguns tipos de clima, outras técnicas podem ser usadas para diminuir o trabalho do condicionador de ar. Em climas secos, a versão moderna do que era chamado refrigerador dos pântanos pode fornecer resfriamento substancial. Em climas com grandes mudanças de temperaturas, tais como os climas secos e quentes, você pode diminuir o trabalho do condicionador de ar deixando entrar grandes quantidades de ar frio externo. Estes sistemas são chamados de resfriadores noturnos ou de economizadores residenciais.

10) Ventile

Os pontos anteriormente mencionados focaram em resfriar, mas a definição original do ar condicionado é mais ampla; o condicionador de ar ideal deve aquecer, resfriar, ventilar, umidificar e desumidificar, para oferecer condições boas para a saúde e conforto. De fato, o segundo objetivo mais importante da definição original é ventilar. Portanto, a ventilação é necessária.

Sem uma ventilação adequada, contaminantes gerados dentro do ambiente podem causar problemas significativos de saúde e grande desconforto. É recomendável que o ar de um ambiente interno seja renovado a cada 4 horas, dependendo do ambiente. Residências antigas costumam ter muitos vazamentos e isto garante uma ventilação suficiente. Isto não ajuda a eficiência energética e representa uma oportunidade de fazer economia.

A maioria das novas residências é relativamente bem vedada e requer ventilação mecânica para atender os requisitos mínimos de ventilação.

11) Não é o calor, é a umidade

O controle da umidade era o problema que originalmente levou à criação do ar condicionado. A falta de controle da umidade em climas quentes e úmidos pode causar o crescimento de fungos (bolor) e outros problemas ligados à umidade. Os condicionadores de ar modernos controlam a umidade à medida que resfriam; você pode ver a água que é drenada para fora, mas esta desumidificação é consequente à tarefa de controlar a temperatura. Os aparelhos não podem controlar, de forma independente, a temperatura e a umidade.

Em climas quentes e úmidos, a desumidificação automática nem sempre é suficiente para manter condições internas de umidade aceitáveis. O grau de umidade recomendado é 60% de umidade relativa do ar a 25,6°C. A desumidificação máxima ocorre na época do ano na qual as temperaturas são mais amenas, quando o condicionador de ar funciona menos.

Embora haja alguns sistemas modernos que controlam a umidade independentemente, os sistemas convencionais podem não ser suficientes para controlar os problemas e podem, em certas situações, causar desconforto e problemas com fungos. Quando isto ocorrer, pode ser necessário comprar um desumidificador à parte.

12) Há coisas que os consumidores podem fazer para diminuir a necessidade de desumidificação

Não coloque o seu termostato na posição ventilador ligado. Nesta posição, o ventilador sopra o ar quer o sistema de resfriamento esteja ligado ou não; uma consequência importante disto é que muita umidade que o sistema acabou de eliminar do ar é soprada de volta para dentro, antes de ser jogada para fora.

Use exaustores durante atividades produtoras de umidade. Cozinhar, tomar banho, lavar e atividades semelhantes produzem muita umidade dentro da casa (nas que não têm lavanderia externa). Elimine a umidade diretamente para fora das portas e janelas, usando um ventilador, ou simplesmente deixando as portas e janelas abertas.

Não abra as janelas ou use resfriamento ventilado quando houver muita umidade dentro do ambiente.

12 pontos para ajudar os consumidores

Estes 12 pontos ajudarão os consumidores a ficar mais cientes dos seus condicionadores de ar e mais capazes de cuidar deles e de usa-los bem. Em caso de necessidade, ligue para nós: (011) 3339-3209

Com informações do portal Ashrae.org

Tradução e edição: Fernando B. T. Leite