P. Com que frequência os filtros dos condicionadores de ar devem ser substituídos?
R. Tipicamente, os filtros devem ser substituídos ou limpos uma vez a cada três ou seis meses, dependendo de quantos animais de estimação e de quantas pessoas moram no local. Algumas unidades são equipadas com filtros permanentes. Estes filtros podem ser limpos de acordo com as instruções fornecidas pelo fabricante. Os filtros descartáveis devem ser substituídos por filtros do mesmo tipo e tamanho do filtro original.

P. O meu aparelho atual deve ser consertado ou substituído?
R. Embora os sistemas de condicionador de ar possam durar de 8 a 10 anos, ou mais, os climas húmidos e quentes (como é na maior parte do Brasil) provocam uma grande sobrecarga destes sistemas. Portanto, aqui estão algumas luzes vermelhas, que sugerem que a substituição do seu sistema pode ser a melhor solução:
- O seu sistema tem 10 anos de idade ou mais.
- Você está gastando muito em consertos, depois que a garantia expirou.
- O seu condicionador de ar não consegue mais manter o ambiente frio e seco.
- Você tem sentido várias alternâncias de calor e frio.
- Você tem ouvido vibrações estranhas ou outros ruídos inexplicáveis.
- A sua conta de energia elétrica tem aumentado, porque o seu velho condicionador de ar não é mais eficiente.

P. O que significa o Selo PROCEL?
R. O selo PROCEL foi desenvolvido pelo Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica, e tem como objetivo indicar aos consumidores quais produtos apresentam os melhores níveis de eficiência energética dentro de cada categoria, proporcionando assim economia na conta de energia elétrica.

Quando um fabricante de ar condicionado decide participar do programa PROCEL, envia seus produtos para análise do órgão. Então, cada modelo da linha é submetido a ensaios específicos em laboratório idôneo, indicado pelo próprio PROCEL, cujos parâmetros fazem parte dos critérios específicos relativos às categorias desse produto.

Caso aprovado, o aparelho receberá a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE). Em resumo, ela identificará o seu nível de eficiência energética. Sua classificação vai de A a G, em ordem decrescente de eficiência. Portanto, procure sempre ar condicionado com classificação A.

Isso porque só as empresas que receberem a classificação A da ENCE, podem ter o Selo Procel para ar condicionado. Os condicionadores de ar estão entre os equipamentos que possuem esse selo de economia de energia. Dica: os aparelhos dotados de compressor rotativo ou de compressor de velocidade variável estão entre os que consomem menos energia.

O selo Procel é dividido em classes que variam de acordo com o seu Coeficiente de consumo de energia elétrica (W/W). Os aparelhos que apresentam níveis de consumo mais baixos são encaixados nas classes mais altas e vice-versa. No quadro abaixo é possível observar como essa divisão é feita:

Na classe A estão aqueles que apresentam o máximo de eficiência, com Coeficiente de eficiência de 62,5% na Categoria 1. Já na Categoria 2 é necessário apresentar Coeficiente de 55,6%, na Categoria 3 50% e na Categoria 4, 33,3%. Logo abaixo está a classe B, com seus respectivos Coeficientes. Nessas duas classes estão os modelos mais econômicos e vantajosos.

Portanto, procurar comprar aqueles produtos que possuem o selo PROCEL é garantir mais economia de energia na sua casa e menos danos ao meio-ambiente.

P. Os aparelhos que ficam expostos ao ambiente externo devem ser cobertos no inverno?
R. Os condicionadores de ar que funcionam sazonalmente são construídos para suportar o ambiente externo sem problemas. Portanto, não há vantagem em cobri-los no inverno, mesmo em lugares de clima mais frio, como certas regiões do sul. Aliás, a chuva ajuda a limpa-los.

P. O termostato deve ser regulado para uma determinada temperatura ou deixado no automático?
R. Quando o termostato é colocado no automático, o ventilador funciona apenas quando for necessário, de acordo com a temperatura do cômodo. Esta deve ser a regulagem mais usada. Todavia, há vantagens em fixar uma determinada temperatura. Em primeiro lugar, o ar dentro das casas passa constantemente através dos filtros.  Em segundo lugar, o ar que circula constantemente resulta em temperaturas mais uniformes em toda a casa. Todavia, a fixação de uma determinada temperatura pode resultar em maior humidade, uma vez que o ar que entra na casa passa por bobinas molhadas, após o fechamento do condensador. Em lugares quentes e húmidos, a posição no automático geralmente resulta num ar mais seco e confortável.

P. Podem arbustos e flores ser plantados em volta de uma unidade externa?
R. Sim. Entretanto, nós recomendamos que as plantas não fiquem mais próximas que aproximadamente 0,5 m da unidade. Isto deixa espaço suficiente para que o ar circule para dentro e para fora da unidade. Sem este espaço, a unidade pode ter um superaquecimento, resultando na necessidade de uma visita de manutenção.

P. Se uma unidade externa precisar ser substituída, a unidade interna deve ser substituída também?
R. É uma boa ideia substituir todo o sistema quando o alimentador de ar ou o condensador precisarem ser substituídos. A classificação de eficiência vale para todo o sistema. Para se obter o máximo benefício de um sistema novo e de tecnologia altamente eficiente, todo o sistema deve ser substituído. Isto garante confiabilidade e o alcance do verdadeiro índice de eficiência.

Q. Como saber qual é o tamanho da unidade necessária para uma determinada casa?
R. Há uma variedade de fatores a ser considerados antes de determinar qual é o melhor sistema para você, tais como o tamanho de casa, o clima e a localização, o número e o tipo de janelas, se há ou não isolamento na casa, o número de pessoas que mora nela, etc. Este cálculo deve ser feito por um profissional e as nossas lojas ou revendedores estão perfeitamente capacitada para fazer isto.

Com informações do portal Conditioned Air e UOL.

Tradução e edição: Fernando B. T. Leite