25 de fevereiro de 2015




Este projeto foi desenvolvido por Carlo Ratti, da Carlo Ratti Associati, um arquiteto e designer italiano, para oferecer um sistema de resfriamento eficiente em termos do gasto de energia e de água, destinado a regiões de clima tropical ou desértico.

Ele foi recentemente apresentado nos Emirados Árabes, em Dubai.

Este sistema irá se encaixar bem em nosso país, pois, o nosso clima tropical está se tornando desértico e a economia de energia e de água vem bem a calhar!

Este sistema, que é fixado no teto dos ambientes, poupa energia e água porque ele tem sensores que o acionam apenas quando eles detectam uma pessoa passando por baixo dele.


Assim sendo, quando uma pessoa passa por baixo dos tubos instalados no teto, uma névoa fria a acompanha enquanto ela passeia pelo ambiente. O ponto elegante do sistema é que, quando a névoa é nebulizada, ela é iluminada por luz LED e a nuvem fica colorida.

O resfriamento por evaporação já é usado há muito tempo. Um exemplo desse princípio pode ser visto em ação na churrascaria que funciona dentro do E. C. Pinheiros em São Paulo.

Este sistema é mais eficiente em termos energéticos que o condicionamento de ar tradicional, disse o designer Carlo Ratti, que é também diretor do laboratório Senseable City Lab do MIT (Massachusetts Institute of Technology): “Isto é baseado na geração de uma nuvem (uma névoa), que resfria o ar em volta de uma pessoa à medida que a névoa evapora”.


“Nos sistemas tradicionais, muita energia é gasta para resfriar espaços que não estão sendo ocupados” diz Ratti. “O nosso projeto foca em resfriar as pessoas que estão num determinado ambiente, ganhando assim outra magnitude, em termos de eficiência”.

Os jatos de névoa são emitidos por uma série de tubos montados no teto. Estes nebulizadores são controlados por uma série de sensores ultrassônicos embutidos nesta estrutura, que detectam pedestres interpretando os ecos de ondas sonoras de alta frequência. Os dados são então enviados a um sistema central de controle, que dispara as hidro válvulas e as luzes LED no local onde a pessoa foi detectada.
Cloud Cast instalado no Museu de Serviços Governamentais do Futuro em Dubai
Você gostou deste post? Você acha que este sistema pode ser uma boa alternativa para o nosso país? Se o sistema estivesse disponível hoje, você o compraria? Você o instalaria na sua residência, no escritório, ou em ambos os lugares? Por favor, deixe os seus comentários no espaço a seguir.

Com informações:
dezeen.com

discovery.com

Postado quarta-feira, fevereiro 25, 2015 by Str Ar Condicionado

Sem comentários

18 de fevereiro de 2015


Inicialmente, vamos rever como funciona um condicionador de ar, para melhor entender como cuidar dele.

Da mesma maneira que um refrigerador, o condicionador de ar funciona transferindo calor de dentro de um ambiente (casa, escritório, etc.) para fora, isto é, para o exterior.


E como ele faz isto? Um condicionador de ar é composto pelas seguintes partes: evaporador, cujas bobinas frias retiram calor e humidade do ar usando um refrigerante; um ventilador, que faz o ar circular sobre o evaporador e dispersa o ar frio; condensador, cujas bobinas quentes levam o calor coletado para o ambiente externo; compressor, que é uma bomba que move o refrigerante entre o evaporador e o condensador, para resfriar o ambiente interior; outro ventilador, que sopra o ar sobre o condensador para dissipar o calor; filtro, que remove partículas do ar; termostato, que regula a quantidade de ar distribuído.



Neste ponto, é importante lembrar que uma das maneiras pelas quais o condicionador de ar nos leva a sensação de frescor é diminuindo o grau de umidade do ar e que a energia elétrica gasta por um condicionador de ar representa, em média, 6% do consumo total de uma residência. Daí a importância de recomendarmos os aparelhos do tipo Inverter, para reduzir o consumo de energia elétrica.


Hoje em dia, dentre os diferentes tipos de condicionadores de ar existentes, os do tipo “split”, representam a tendência das vendas. Um condicionador de ar do tipo split (do inglês, que significa dividido) é composto de duas partes: uma externa, que contém o condensador e o compressor, e uma interna, que distribui o ar frio.


 
Agora, que já sabemos como funciona um condicionador de ar, vejamos como cuidar dele.


Uma manutenção semestral ou anual ajuda a garantir o seu conforto e manter a eficiência do seu aparelho, além de prolongar a vida útil dele.


Nesta manutenção, os filtros devem ser limpos ou substituídos e isto pode representar uma economia de energia elétrica de até 15%; as bobinas do evaporador devem ser verificadas e, se necessário, limpas; se ar barbatanas das bobinas estiverem tortas, um “pente de barbatanas” deve ser usado para corrigir este problema; na parte externa do seu aparelho split, detritos e folhas devem ser retirados do ventilador, do compressor e do condensador; o dreno, que joga água para fora do aparelho deve ser limpo com um fio de arame, para evitar eventuais entupimentos; a quantidade do refrigerante deve ser verificada e completada se necessário.


Além disso, o termostato deve ser verificado, para ter certeza que está corretamente posicionado e que as temperaturas desejadas estão sendo atingidas.


Uma sugestão importante é sempre contratar um técnico para fazer as visitas de manutenção, pois ele é a pessoa melhor qualificada para fazer isso.
Na STR Ar Condicionado você faz a manutenção de seu ar condicionado com segurança e confiabilidade. Com uma equipe de profissionais treinados pelos fabricantes e em constante processo de reciclagem, garantimos o melhor serviço e atendimento. Caso precise de ajuda, ligue para: (11) 3339-3209

Você gostou deste post? Você já tem um aparelho condicionador de ar? Conhecia estas dicas? Por favor, deixe os seus comentários no espaço a seguir.


Postado quarta-feira, fevereiro 18, 2015 by Str Ar Condicionado

Sem comentários

12 de fevereiro de 2015


O aumento da demanda por condicionadores de ar em países emergentes

Um crescente grupo de renda média em países emergentes tem acelerado uma taxa de construções de dois dígitos de edifícios e de casas. Seguindo a melhoria dos padrões de vida e da crescente demanda dos consumidores, uma expansão do mercado de condicionadores de ar é esperada e deve se acelerar.


Taxa de difusão global de condicionadores de ar

Além disso, enquanto a taxa global de difusão de condicionadores de ar é de aproximadamente 10%, a demanda por estes aparelhos em países emergentes deve aumentar rapidamente no futuro.

Mudança para condicionadores de ar poupadores de energia em países desenvolvidos

A consciência ambiental continua a aumentar nos países desenvolvidos, causando vendas de modelos de condicionadores de ar poupadores de energia, do tipo Inverter, que diminuem o consumo de energia em até 30% e aquecem os aquecedores de água, o que diminui a emissão de CO2 em cerca de 60%, em comparação com a queima de combustíveis fósseis (óleo ou gás).


Taxa de embarque de condicionadores de ar do tipo Inverter

Com menos de 37% de taxa de difusão para o tipo Inverter, a demanda por condicionadores de ar poupadores de energia em países desenvolvidos, excluindo o Japão, deve continuar a crescer.


A Daikin Industries Ltd. é uma empresa inovadora, que oferece produtos de alta qualidade avançada, tais como condicionadores de ar para residências e para uso comercial e industrial.

Clique aqui para ver a linha Daikin na nossa loja virtual.

Com informações: Daikin.com
Imagem de Capa: Ana Guzzo (Licença Creative Commons)

Postado quinta-feira, fevereiro 12, 2015 by Str Ar Condicionado

Sem comentários

3 de fevereiro de 2015



Este verão, que está em pleno andamento, está sendo provavelmente um dos mais quentes e secos da história, desde que as medições de temperatura, umidade do ar, nível pluviométrico, etc. têm sido feitas.

Na segunda-feira, 19 de janeiro de 2015, a temperatura máxima em São Paulo foi 36,5°C, recorde histórico. Consequentemente, as buscas brasileiras feitas no Google por condicionadores de ar aumentaram estrondosamente neste período, o que faz prever uma venda recorde desses aparelhos.

Segundo o site Canaltech, a busca por esses aparelhos no site, em todo o Brasil, atingiu o valor máximo de 100 na escala do Google Trends. Em janeiro de 2014 o resultado foi de 62 pontos. Para ter uma ideia de como o termo ganhou destaque, desde que o monitoramento começou a ser feito, em 2004, as buscas por "ar condicionado" cresceram em quase todos os anos na comparação entre os meses de verão, época em que esse tipo de pesquisa é mais frequente.

Outros termos bastante procurados na época foram "ventilador" e "cerveja", este último presente na lista dos termos mais buscados pelos usuários brasileiros desde 2004.

Além da procura recorde por "ar condicionado", os brasileiros também parecem estar de olho num possível racionamento. Segundo o Google Trends, a busca por "falta de energia" atingiu seu maior índice, três vezes maior que as pesquisas sobre "economia de energia". Parece que os cidadãos brasileiros estão preocupados com falta de energia, mas pouco pesquisam sobre maneiras de economizá-la.


https://www.google.com.br/trends/explore#q=ar%20condicionado&geo=BR&cmpt=q&tz=

 Por outro lado, no dia em que tivemos o recorde de temperatura em São Paulo, houve em 10 estados do Brasil, principalmente no centro-sul, e inclusive no Distrito Federal, um apagão, que durou várias horas.

Assim sendo, as evidências mostram grande interesse em condicionadores de ar, em ventiladores e em cerveja (certamente bem gelada), como as principais formas de combater o calor excessivo.

Como as notícias também mostram, grande parte da população está procurando as praias nesta época de férias escolares.

Você gostou deste post? Você tem um condicionador de ar? Se não tem, pretende comprar um, ou vai ficar no ventilador? Se você vai comprar um condicionador de ar, que tipo está pensando comprar? Por favor, deixe os seus comentários no espaço a seguir.

Com informações:
Canaltech Hoje em Dia
Folha de S. Paulo
Google Trends

Postado terça-feira, fevereiro 03, 2015 by Str Ar Condicionado

Sem comentários

28 de janeiro de 2015


A atual onda de calor tem provocado uma procura fora do normal de aparelhos condicionadores de ar e de ventiladores neste verão e, segundo notícias recentemente publicadas, as vendas desses aparelhos dispararam.

Segundo a ABRAVA – Associação Brasileira de Refrigeração, Ar-Condicionado, Ventilação e Aquecimento, o mercado brasileiro de condicionadores de ar dividiu-se em 2014 da seguinte maneira, em relação à porcentagem de TR (1 TR = 12.000 BTUs): aparelhos split 74%, aparelhos de janela 14%, condicionadores centrais 11% e outros 1%.

Eulógio Ramaciotti, gerente de vendas da STR, acha que o condicionador de ar virou um eletrodoméstico de primeira necessidade. Ele está estimando um crescimento das vendas de até 10% em 2015, se o calor persistir.

Os preços acessíveis e a facilidade de instalação tornaram estes aparelhos adequados para casas e condomínios.

Ainda de acordo com a ABRAVA, na compra de um condicionador de ar residencial (mini split), os fatores mais importantes são preço (33%), qualidade/loja/confiabilidade (20%), modelo/aparência (16%), consumo de energia (13%) e outros fatores como recursos técnicos, impacto ambiental, durabilidade, etc. (18%).

E qual é a grande sugestão para 2015?

São os aparelhos do tipo “Inverter”. E o que é a tecnologia Inverter? Inverter é um tipo de compressor capaz de ajustar a capacidade do condicionador de ar de acordo com a necessidade do ambiente. Ele ajusta mais rapidamente a temperatura ambiente à temperatura desejada, garantindo elevados níveis de conforto, com consumo de energia até 52% menor que os aparelhos tradicionais.

Outro aspecto interessante desta tecnologia é o ruído do aparelho, que pode ser até 35% inferior ao dos aparelhos tradicionais, o que é muito interessante, especialmente à noite.

Mais uma vantagem é que o gás utilizado nestes aparelhos é ecológico, isto é, não altera as propriedades da camada de ozônio e, portanto, não contribui para o aquecimento global.

Dentre as marcas que usam esta tecnologia estão a Daikin, que já tem fábrica em nosso país e é a empresa que originalmente desenvolveu esta tecnologia e a Fujitsu.

Confira AQUI alguns modelos da Daikin.

Confira AQUI alguns modelos da Fujitsu.

Você gostou deste post? Você tem um condicionador de ar em casa? Se não tem, pretende comprar um, especialmente diante da impressionante onda de calor que atualmente nos atinge? Por favor, deixe os seus comentários no espaço a seguir.

Postado quarta-feira, janeiro 28, 2015 by Str Ar Condicionado

Sem comentários

12 de janeiro de 2015

Um guia para você manter a saúde!

 
Muitas pessoas culpam o ar condicionado por problemas ligados à respiração. Entretanto, o aparelho utilizado com cautela e de forma correta pode até contribuir para a saúde do sistema respiratório, afinal, as ameaças à saúde não devem se restringir apenas aos condicionadores de ar e afins. 
 
Mas então quais cuidados devemos tomar?
 
No verão, é muito comum que escritórios, ambientes residenciais e lojas, mantenham ligados o ar condicionado e o ventilador por longos períodos, sem nem sequer abrir portas e janelas. Isso é um perigo para saúde. 
 
Outra questão também, é a mudança constante entre ambientes gelados e quentes, oriundos de um exagero na regulação da temperatura dos aparelhos refrigeradores e o calor do lado de fora desses ambientes. O certo é manter a temperatura nem muito fria nem quente, mas sim levemente refrescante. 
 
Veja outras dicas: 
  • No verão, aposte em uma dieta rica em alimentos que apresentem vitaminas e minerais, como frutas, legumes, verduras e cereais. Assim seu organismo se manterá forte o bastante para combater micro-organismos invasores.
  • Suplementos alimentares podem contribuir para a saúde nesta época tão desgastante.
  • Beba bastante líquido. Se for ficar em ambientes fechados com ar condicionado por muito tempo, hidrate as narinas periodicamente com soro.
  • Se você não possui o (ruim) hábito de fumar procure manter distância de pessoas que fumam, afinal, respirar a fumaça do cigarro é praticamente o mesmo que fumar. 
  • Cuidados com a limpeza doméstica: retire a poeira do chão, dos móveis e objetos e lave regularmente tapetes e cortinas. Isso evita que os ácaros tomem conta do ambiente e prejudiquem sua saúde.
  • Mantenha a umidade do ar com aparelhos próprios para estabelecer a umidificação do ambiente — a STR Ar Condicionado oferece várias opções excelentes e com preços variados.  
Essas são algumas sugestões para você que quer manter a saúde em dia, principalmente nesse período de férias e muito calor. Lembre-se que os aparelhos de ar condicionado melhoraram muito com o avanço da tecnologia e não devem mais ser taxados de vilões, mas sim precisam ser usados da maneira correta. Muitos possuem ação anti proliferação de bactérias e opção de refrigeração sem gelar o ambiente. 
 
Consulte as opções no site: www.strar.com.br
 
Com informações: TuaSaúde.com

Postado segunda-feira, janeiro 12, 2015 by Str Ar Condicionado

Sem comentários

5 de janeiro de 2015

Poluentes e clima seco contribuem para as mazelas…

Nariz escorrendo, espirros, olhos lacrimejando o tempo todo, tosse… Esses são os sintomas de algumas doenças respiratórias. Mas engana-se quem acredita que é apenas no frio que esse males surgem em larga escala na população. Um estudo aponta que o verão também contribui e muito para a propagação de doenças nas vias respiratórias. 

A pesquisa, realizada pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), comprovou que o acúmulo de partículas e gases hostis lançados na atmosfera, são os principais impulsionadores das doenças oriundas da respiração. O clima quente e seco também funciona como um meio facilitador das doenças preexistentes.

A equação é a seguinte: a poluição + o clima seco + as altas temperaturas = aumentam o índice de infecções respiratórias e pneumonias.

A comprovação veio da seguinte maneira: foi avaliada a relação entre a concentração diária de poluentes na atmosfera emitidos pelos carros na cidade de São Paulo e número de consultas diárias realizadas no serviço de emergência do Hospital São Paulo, ligado à Unifesp. 

O resultado é o seguinte:

  • Em três anos: 177.325 casos foram analisados.
  • Dentre eles, 137.530 atendimentos foram por doenças respiratórias.
  • As doenças mais comuns foram: infecção de vias aéreas superiores, como sinusite, faringite, e amidaglite, somam 72% das admissões. Gripes em geral 12%; pneumonia 9% e asma 7%.
  • A faixa etária mais atendida foi o de menores de 13 anos.
  • O segundo maior grupo atendido foi o de 40 a 65 anos.
  • O aumento de poluentes e sua associação com a gripe, foi muito alta entre jovens de 13 a 19 anos e idosos maiores de 65 anos. 

O estudo, embora realizado em São Paulo, pode servir como parâmetro para outras capitais que, apesar do aumento significativo da umidade do ar nessa época do ano, ainda terá dias muito quentes e secos intercalando com os de chuvas intensas — mais um fator agravante para a disseminação das doenças respiratórias.

A STR Ar Condicionado, é uma empresa que trabalha com linhas e marcas especiais que unem o melhor dos dois mundos: o conforto de resfriadores, mas que pensam na saúde de seus clientes. Nos dias de hoje, muitos modelos são preparados para diminuir a propagação de doenças respiratórias, unindo tecnologia de ponta e um serviço de qualidade. Além disso, oferecemos umidificadores de ar  — importantes para dias secos.

Com informações: Saúde da Mulher


Postado segunda-feira, janeiro 05, 2015 by Str Ar Condicionado

Sem comentários