27 de março de 2015



Alguns sites americanos estão anunciando esta novidade. Embora ela ainda não seja uma realidade, ela pode acontecer nos próximos anos. Trata-se de um projeto muito ambicioso: o “Mall of the World” (o Shopping Center do Mundo).
Este empreendimento está projetado para ser construído em Dubai, numa área total de 48 milhões de pés quadrados (aproximadamente 4,5 milhões de metros quadrados), e deve incluir 100 hotéis, prédios de apartamento, hospitais, um centro de eventos e um distrito de teatros, entre outras coisas, como grandes avenidas cheias de lojas de vários tipos, restaurantes, etc. Este projeto, de acordo com o incorporador imobiliário, a Dubai Holding, será construído em fases, de acordo com o crescimento do turismo familiar em Dubai.

Esta minicidade, que deverá ter um sistema próprio de transporte, deverá também ter um teto retrátil, que oferecerá a possibilidade de, uma vez fechado, ter em funcionamento o maior sistema de ar-condicionado do mundo (pelo menos, até o momento).



O objetivo é atrair compradores de outros países e turistas para gastar cerca de 180 milhões de dólares americanos por ano, oferecendo entretenimento, diversas atividades e boas acomodações para manter a família reunida e consumindo felizmente, sem ter que se preocupar com o clima.
Está ainda prevista uma receita de turismo médico, proveniente de turistas americanos, cujo número é estimado em 750.000 pessoas por ano, em busca de cirurgias especializadas e procedimentos cosméticos. Estas projeções referem-se apenas aos turistas americanos, sem falar nos de outros países.

De acordo com o xeque Mohammed, este projeto complementa os planos de transformar Dubai num centro cultural, turístico e econômico para os dois bilhões de pessoas que vivem na região. Segundo ele, o turismo é o ponto forte da economia do país e eles pretendem fazer dos Emirados Árabes Unidos um destino atraente durante todo o ano.

Este ambicioso plano justifica a necessidade de oferecer, dentro do empreendimento, um clima confortável e ameno.


Finalmente, vale a pena mencionar que todo o empreendimento é sustentável, obedecendo as orientações do modelo Smart Dubai. Só para mencionar um detalhe, não serão permitidos automóveis e todo o transporte será feito por moderníssimos bondes elétricos.

Você gostou deste post? Você gostaria de planejar umas férias em Dubai? Por favor, deixe os seus comentários no espaço a seguir.

Postado sexta-feira, março 27, 2015 by Str Ar Condicionado

Sem comentários

18 de março de 2015




Nos últimos anos, tem aumentado a preocupação geral com a sustentabilidade e o futuro do nosso planeta. Além disso, para quem mora nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, a falta de água é um fato consumado, que, além de outras consequências, reforça a preocupação com eventuais futuros cortes e racionamento não só de água, como também de energia elétrica.

Surfando nessa onda, os engenheiros, arquitetos e projetistas estão sugerindo novas ideias, entre elas os telhados verdes.

Segundo eles, esses telhados trariam alguns benefícios importantes, que veremos a seguir.


Os telhados verdes retêm uma grande quantidade de água. No verão, alguns estudos mostraram que um telhado verde pode reter entre 70 e 90% da água da chuva que caia sobre ele e, no inverno, essa proporção cai pra um valor entre 25 e 40%. As consequências disto são óbvias: aproveitamento da água da chuva e, portanto, diminuição do gasto da água proveniente da rede de abastecimento geral.

Os telhados verdes são eficientes, sob o ponto de vista energético, e bons para o meio ambiente. Através dos ciclos diários de orvalho e evaporação, os telhados verdes resfriam e umidificam o ar na sua proximidade. Estudos mostraram que não só eles criam um microclima benéfico nas suas imediações, como também contribuem para diminuir o efeito da chamada “ilha urbanas de calor”. Estima-se que, se todos os telhados de uma cidade fossem verdes, a temperatura nessa cidade poderia ser até 7°C mais baixa. Os telhados vivos não apenas absorvem calor, como também agem como isolantes térmicos e, portanto, diminuem a necessidade de resfriar a casa no verão ou de aquecê-la no inverno. Isto, entre outras coisas, diminui o gasto de energia elétrica.

Os telhados verdes melhoram a qualidade do ar. As plantas e os telhados verdes retiram poluentes do ar e filtram impurezas e gases tóxicos, como os exalados pelo escapamento dos veículos a motor, que queimam combustíveis fósseis. Além disso, os telhados verdes são bons isolantes de som. Estudos mostraram que eles funcionam melhor que os telhados comuns e podem reduzir os sons do ambiente em até 8 decibéis a mais que os telhados convencionais.

Os telhados verdes constituem um bom habitat natural para a vida selvagem urbana. Além de sustentarem uma variedade de plantas, eles oferecem um habitat para várias espécies de vertebrados e de invertebrados.

Um exemplo real e brasileiro: em São Luís, capital do Maranhão, o designer Júnior Ramos criou um modelo de telhado verde para coletar água da chuva. Como o núcleo de meteorologia da Universidade Estadual do Maranhão prevê que, neste ano, vai chover cerca de 40% menos que a média histórica, esta é uma ideia benvinda.
 


Segundo este designer, o telhado por ele projetado ajuda a economizar 40% da água durante o mês tanto na casa dele, quanto na empresa que ele trabalha. Ele também improvisou uma horta em seu telhado, que é irrigada com água da chuva e já conta com cebolinha, alface e tomate.

O benefício final de um telhado verde é embelezar e valorizar a sua propriedade.


Você gostou deste post? O que você acha dos telhados verdes? Se você estiver planejando reformar a sua casa, um telhado verde poderia fazer parte dessa reforma? Por favor, deixe os seus comentários no espaço a seguir.


Com informações:
Web.com 
AnsGlobal 
G1

Postado quarta-feira, março 18, 2015 by Str Ar Condicionado

Sem comentários

12 de março de 2015




Em virtude da atual situação do fornecimento de energia elétrica em nosso país e dos recentes aumentos do preço da energia elétrica, muita gente está pensando em instalar um sistema fotovoltaico (captação de energia solar e transformação em energia elétrica) em suas residências.

Um sistema assim, não só poderia ser economicamente viável, como também seria uma espécie de seguro contra eventuais cortes de energia, que, pelo andar atual da carruagem, podem pintar por aí.

Vale também a pena lembrar que, as residências que têm sistemas de condicionamento de ar instalado, tendem a consumir mais energia elétrica.

Todavia, embora muitas pessoas possam pensar nessa possibilidade, às vezes, elas não sabem por onde começar a avaliar se isto é possível e viável.

Em primeiro lugar, é importante destacar que há dois tipos principais de sistemas:

  • Sistema isolado da rede elétrica: este sistema requer cálculos específicos, pois, é necessário saber qual é o consumo da residência para fazer o correto dimensionamento do sistema e evitar eventuais faltas, quando houver um aumento eventual do consumo (dias muito quentes no verão, ou dias muito frios no inverno).
  • Sistema conectado à rede elétrica: este sistema usa a energia elétrica da rede quando for necessário e, portanto, não requer tantos cálculos. Se o sistema fotovoltaico produzir energia excedente, esta parcela é devolvida à rede de distribuição.

No primeiro caso, não haverá conta de energia elétrica a ser paga a um fornecedor. No segundo caso, há grandes descontos na conta e incentivos. De qualquer maneira, esta será a tendência futura.


Para ver os detalhes sobre as diferentes possibilidades existentes, é bom consultar uma empresa especializada e algumas delas estão disponíveis na Internet.

Se você pegar todo o custo de investimento em energia solar, somar isso com a manutenção mínima que terá ao longo de 25 anos e dividir esse valor pela energia gerada pelo sistema fotovoltaico o preço que você pagou pela energia solar é mais barato que o da rede elétrica. Outro cálculo que pode ser feito: a poupança rende em média 6% ao ano, a energia solar fotovoltaica te retorna entre 8% e 18% ao ano. E não esqueça que uma casa com sistema solar fotovoltaico ficará mais valorizada para uma possível venda.

Você gostou deste post? Você está pensando em instalar um sistema de captação de energia solar? Por favor, deixe os seus comentários no espaço a seguir.

Com informações:
eCycle 
Portal Solar 
Ciclo Vivo 

Postado quinta-feira, março 12, 2015 by Str Ar Condicionado

Sem comentários

4 de março de 2015


Ano novo e vida nova! Esta é uma expressão sobejamente conhecida, mas que ainda desperta nas mulheres a vontade de renovar o visual da casa.

Ao começarmos este ano, verificamos algumas tendências que estão chamando a atenção na área da decoração doméstica. Elas incluem novos estilos, novas cores e novos materiais, como veremos a seguir.

Vejamos então alguns exemplos:

1. Estilo ilhas gregas



Projeto de Korla Home

Aqui vemos um exemplo de dormitório combinando as cores branca e azul marinho. Este estilo pode também ser usado em outros cômodos da casa.

2. Fusão de estilos e de materiais

Projeto de Claire Clerc Decoration Interieure / homify.com.br

São diferentes estilos, que se complementam e dão um ar interessante ao ambiente. As cores são vivas e variadas que, como vemos, alegram o ambiente.

3. Madeira rústica


Projeto de Rachele Biancalani Studio / homify.com.br

Este material já vem sendo usado desde o ano passado e combina bem numa cozinha, podendo ser usado também em outros locais da casa, tornando-a bastante atraente.

4. Piso estampado


Projeto de Babi Teixeira

Esta imagem lembra um pouco o estilo colonial, com piso frio, que pode também ser usado, por exemplo, numa sala de almoço, num escritório, ou num terraço.

5. Diferentes tons de cinza


Projeto de Angela Meza


Esta é uma imagem muito atual e agradável, que deixa o ambiente bonito e acolhedor.

6. Mistura de cinza e luminárias pretas



Veja esta bela mistura de tons de cinza contrastando com o preto das luminárias e dos banquinhos.

7. Bambus chineses


Projeto de Cole & Son


Este é um papel de parede, que mescla tons pastéis em rosa e verde, e cria um ambiente bastante requintado.

8. Tapetes persas


Projeto de Gislene Lopes Arquitetura e Design de Interiores / homify.com.br
Estes são tapetes inesquecíveis e estão sempre na moda, como, por exemplo, neste ambiente de sala de TV.

9. Ladrilho hidráulico


Projeto de Babi Teixeira
Esta é uma escolha sensacional para um ambiente de escritório, que se abre para um belíssimo jardim.

10. Canto de leitura com piso rústico e tons de cinza

Projeto de Tori Murphy
Esta é uma belíssima sugestão para quem gosta de ler numa confortável poltrona.

Então, você gostou deste post? Está pensando em renovar a decoração de algum ambiente da sua casa? Você gostou destas sugestões e das tendências para 2015? Por favor, deixe os seus comentários no espaço a seguir.

Com informações:
homify.com.br

brasilpost.com.br
globo.com
casaadorada.blogspot.com.br

Postado quarta-feira, março 04, 2015 by Str Ar Condicionado

Sem comentários

25 de fevereiro de 2015




Este projeto foi desenvolvido por Carlo Ratti, da Carlo Ratti Associati, um arquiteto e designer italiano, para oferecer um sistema de resfriamento eficiente em termos do gasto de energia e de água, destinado a regiões de clima tropical ou desértico.

Ele foi recentemente apresentado nos Emirados Árabes, em Dubai.

Este sistema irá se encaixar bem em nosso país, pois, o nosso clima tropical está se tornando desértico e a economia de energia e de água vem bem a calhar!

Este sistema, que é fixado no teto dos ambientes, poupa energia e água porque ele tem sensores que o acionam apenas quando eles detectam uma pessoa passando por baixo dele.


Assim sendo, quando uma pessoa passa por baixo dos tubos instalados no teto, uma névoa fria a acompanha enquanto ela passeia pelo ambiente. O ponto elegante do sistema é que, quando a névoa é nebulizada, ela é iluminada por luz LED e a nuvem fica colorida.

O resfriamento por evaporação já é usado há muito tempo. Um exemplo desse princípio pode ser visto em ação na churrascaria que funciona dentro do E. C. Pinheiros em São Paulo.

Este sistema é mais eficiente em termos energéticos que o condicionamento de ar tradicional, disse o designer Carlo Ratti, que é também diretor do laboratório Senseable City Lab do MIT (Massachusetts Institute of Technology): “Isto é baseado na geração de uma nuvem (uma névoa), que resfria o ar em volta de uma pessoa à medida que a névoa evapora”.


“Nos sistemas tradicionais, muita energia é gasta para resfriar espaços que não estão sendo ocupados” diz Ratti. “O nosso projeto foca em resfriar as pessoas que estão num determinado ambiente, ganhando assim outra magnitude, em termos de eficiência”.

Os jatos de névoa são emitidos por uma série de tubos montados no teto. Estes nebulizadores são controlados por uma série de sensores ultrassônicos embutidos nesta estrutura, que detectam pedestres interpretando os ecos de ondas sonoras de alta frequência. Os dados são então enviados a um sistema central de controle, que dispara as hidro válvulas e as luzes LED no local onde a pessoa foi detectada.
Cloud Cast instalado no Museu de Serviços Governamentais do Futuro em Dubai
Você gostou deste post? Você acha que este sistema pode ser uma boa alternativa para o nosso país? Se o sistema estivesse disponível hoje, você o compraria? Você o instalaria na sua residência, no escritório, ou em ambos os lugares? Por favor, deixe os seus comentários no espaço a seguir.

Com informações:
dezeen.com

discovery.com

Postado quarta-feira, fevereiro 25, 2015 by Str Ar Condicionado

Sem comentários

18 de fevereiro de 2015


Inicialmente, vamos rever como funciona um condicionador de ar, para melhor entender como cuidar dele.

Da mesma maneira que um refrigerador, o condicionador de ar funciona transferindo calor de dentro de um ambiente (casa, escritório, etc.) para fora, isto é, para o exterior.


E como ele faz isto? Um condicionador de ar é composto pelas seguintes partes: evaporador, cujas bobinas frias retiram calor e humidade do ar usando um refrigerante; um ventilador, que faz o ar circular sobre o evaporador e dispersa o ar frio; condensador, cujas bobinas quentes levam o calor coletado para o ambiente externo; compressor, que é uma bomba que move o refrigerante entre o evaporador e o condensador, para resfriar o ambiente interior; outro ventilador, que sopra o ar sobre o condensador para dissipar o calor; filtro, que remove partículas do ar; termostato, que regula a quantidade de ar distribuído.



Neste ponto, é importante lembrar que uma das maneiras pelas quais o condicionador de ar nos leva a sensação de frescor é diminuindo o grau de umidade do ar e que a energia elétrica gasta por um condicionador de ar representa, em média, 6% do consumo total de uma residência. Daí a importância de recomendarmos os aparelhos do tipo Inverter, para reduzir o consumo de energia elétrica.


Hoje em dia, dentre os diferentes tipos de condicionadores de ar existentes, os do tipo “split”, representam a tendência das vendas. Um condicionador de ar do tipo split (do inglês, que significa dividido) é composto de duas partes: uma externa, que contém o condensador e o compressor, e uma interna, que distribui o ar frio.


 
Agora, que já sabemos como funciona um condicionador de ar, vejamos como cuidar dele.


Uma manutenção semestral ou anual ajuda a garantir o seu conforto e manter a eficiência do seu aparelho, além de prolongar a vida útil dele.


Nesta manutenção, os filtros devem ser limpos ou substituídos e isto pode representar uma economia de energia elétrica de até 15%; as bobinas do evaporador devem ser verificadas e, se necessário, limpas; se ar barbatanas das bobinas estiverem tortas, um “pente de barbatanas” deve ser usado para corrigir este problema; na parte externa do seu aparelho split, detritos e folhas devem ser retirados do ventilador, do compressor e do condensador; o dreno, que joga água para fora do aparelho deve ser limpo com um fio de arame, para evitar eventuais entupimentos; a quantidade do refrigerante deve ser verificada e completada se necessário.


Além disso, o termostato deve ser verificado, para ter certeza que está corretamente posicionado e que as temperaturas desejadas estão sendo atingidas.


Uma sugestão importante é sempre contratar um técnico para fazer as visitas de manutenção, pois ele é a pessoa melhor qualificada para fazer isso.
Na STR Ar Condicionado você faz a manutenção de seu ar condicionado com segurança e confiabilidade. Com uma equipe de profissionais treinados pelos fabricantes e em constante processo de reciclagem, garantimos o melhor serviço e atendimento. Caso precise de ajuda, ligue para: (11) 3339-3209

Você gostou deste post? Você já tem um aparelho condicionador de ar? Conhecia estas dicas? Por favor, deixe os seus comentários no espaço a seguir.


Postado quarta-feira, fevereiro 18, 2015 by Str Ar Condicionado

Sem comentários

12 de fevereiro de 2015


O aumento da demanda por condicionadores de ar em países emergentes

Um crescente grupo de renda média em países emergentes tem acelerado uma taxa de construções de dois dígitos de edifícios e de casas. Seguindo a melhoria dos padrões de vida e da crescente demanda dos consumidores, uma expansão do mercado de condicionadores de ar é esperada e deve se acelerar.


Taxa de difusão global de condicionadores de ar

Além disso, enquanto a taxa global de difusão de condicionadores de ar é de aproximadamente 10%, a demanda por estes aparelhos em países emergentes deve aumentar rapidamente no futuro.

Mudança para condicionadores de ar poupadores de energia em países desenvolvidos

A consciência ambiental continua a aumentar nos países desenvolvidos, causando vendas de modelos de condicionadores de ar poupadores de energia, do tipo Inverter, que diminuem o consumo de energia em até 30% e aquecem os aquecedores de água, o que diminui a emissão de CO2 em cerca de 60%, em comparação com a queima de combustíveis fósseis (óleo ou gás).


Taxa de embarque de condicionadores de ar do tipo Inverter

Com menos de 37% de taxa de difusão para o tipo Inverter, a demanda por condicionadores de ar poupadores de energia em países desenvolvidos, excluindo o Japão, deve continuar a crescer.


A Daikin Industries Ltd. é uma empresa inovadora, que oferece produtos de alta qualidade avançada, tais como condicionadores de ar para residências e para uso comercial e industrial.

Clique aqui para ver a linha Daikin na nossa loja virtual.

Com informações: Daikin.com
Imagem de Capa: Ana Guzzo (Licença Creative Commons)

Postado quinta-feira, fevereiro 12, 2015 by Str Ar Condicionado

Sem comentários